SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Houston bate recorde na operação de contêineres

Houston bate recorde na operação de contêineres


Fonte: A Tribuna (12 de agosto de 2019 )
Porto norte-americano movimentou um total de 1,5 milhão de TEU no primeiro semestre deste ano (Divulgação)

O Porto de Houston, um dos principais dos Estados Unidos, registrou uma alta de 12% em sua movimentação de contêineres no último semestre, operando 1,5 milhão de TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), marca recorde para o complexo portuário.

 

Os dados foram anunciados pelo diretor-executivo da autoridade portuária de Houston, Roger Guenther, durante reunião da comissão do complexo, no início deste mês. Atualmente, o porto é responsável por 70% de todos os contêineres que passam pela região do Golfo do México (onde está localizado) e reúne mais de 200 terminais públicos e privados.

 

O complexo e suas instalações serão conhecidos por empresários e autoridades do Porto de Santos no início do próximo mês, durante visita técnica organizada pelo Grupo Tribuna. A atividade completa a programação do Porto & Mar – Seminário A Tribuna para o Desenvolvimento do Porto de Santos, realizado em 24 e 25 de junho, no hotel Sheraton, na cidade.

Para se ter um comparativo do movimento de Houston, enquanto ele operou, 2,23 milhões de TEU em cargas conteinerizadas no ano passado, o Porto de Santos, o principal da América do Sul, escoou 4,12 milhões de TEU, um crescimento de 7% no mesmo período.

 

O aumento do volume no porto norte-americano está ligado à crescente demanda por importações e uma robusta base de exportação, impulsionada pelos mercados petroquímico e de resinas.

 

Mais serviços 

“No geral, o negócio continua forte em nosso porto. Estamos ansiosos para que continue pelo resto do ano”, afirmou Guenther.

 

Por conta deste crescimento, serviços estão sendo aprimorados e novos, implantados. No início do mês, a 2M Alliance, a aliança formada pelas armadoras Maersk e MSC, anunciou um novo serviço de navegação trans-pacífico, que terá início no porto a partir do próximo mês.

 

Algumas expansões estão sendo planejadas para acompanhar esse crescimento de demanda. Uma delas é a do gate para caminhões no terminal de contêineres Barbours Cut, que deve acontecer depois da aprovação de um contrato pela comissão portuária.

 

O projeto prevê a ampliação do terminal com a implantação de uma área com cerca de 93 mil metros quadrados. Nela, serão construídos dois edifícios.

 

Para a construção do novo pátio, a comissão do porto contratou a construtora Archer Western Construction. A obra não deve ultrapassar US$ 39,7 milhões. A empresa foi a melhor ranqueada entre as quatro finalistas que apresentaram propostas para o projeto.

 

O Porto de Houston pretende ainda ampliar seu canal de navegação. O projeto, estimado em cerca de US$ 1 bilhão, está em estudo e é considerado estratégico para seu desenvolvimento, ao permitir o tráfego de dois navios de grande porte em sentidos opostos, simultaneamente, e facilitar as operações de contêineres e granéis líquidos da região – ambas atividades em franca expansão no complexo norte-americano.


Mais lidas


No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais