SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Real é a moeda que mais perdeu valor no mundo

Real é a moeda que mais perdeu valor no mundo


Fonte: O tempo (21 de maio de 2020 )
Mesmo com a queda de juros, a poupança tinha voltado a atrair recursos nos últimos meses do ano passado
Foto: Marcos Santos/ USP Imagens

Em matéria publicada nesta terça-feira (19), o jornal britânico Financial Times alerta que o real é a moeda que mais desvalorizou no mundo em 2020 e que pode despencar ainda mais até o fim da pandemia do novo coronavírus.

 

Desde janeiro, a desvalorização cambial acumulada do real em relação ao dólar é de 32% . Vários dos principais bancos de investimentos no mundo mudaram suas previsões e agora esperam que a moeda brasileira seja negociado acima dos R$ 6 até o fim de 2020.

 

Segundo o Financial Times, o Goldman Sachs espera que o dólar seja negociado a R$ 6 em três meses, a previsão anterior do banco era de que o real não ultrapassasse os R$ 5,25. Já os analistas do HSBC elevaram sua previsão para R$ 6,20 até o final do ano, ante R$ 4,90 previsto anteriormente. O JPMorgan é ainda mais pessimista e espera que a barreira dos R$ 6 do real seja ultrapassada já em junho.

 

“É improvável que o ritmo de desvalorização que vimos continue, mas esperamos que o real enfraqueça um pouco mais ainda”, disse Xueming Song, gerente do grupo DWS. Para Song, o comportamento do presidente Jair Bolsonaro diante da crise da Covid-19 diminuiu a confiança dos investidores devido aos altos riscos políticos.


Mais lidas


View this post on Instagram #SPAnaPrevençãoAoCoronavírus A SPA recebeu hoje (28/04) 8 mil litros de álcool em gel, doados pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) e pela Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea) para auxiliar o Porto de Santos no combate à pandemia pelo novo coronavírus. A ação contou com intermediação do […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais