SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Brasil registra mais de mil mortes em 24 horas por coronavírus pela 1ª vez

Brasil registra mais de mil mortes em 24 horas por coronavírus pela 1ª vez


Fonte: Money Times (20 de maio de 2020 )
As máximas diárias anteriores eram de 881 mortes, nível verificado em 12 de maio, e de 15.305 infecções, de 15 de maio (Imagem: REUTERS/Bruno Kelly)

 

Brasil registrou nesta terça-feira novos recordes diários de casos e mortes por coronavírus, rompendo pela primeira vez a barreira de 1 mil óbitos contabilizados um único dia desde o início da pandemia, informou o Ministério da Saúde.

 

Segundo o ministério, foram 1.179 novos óbitos contabilizados, o que eleva o total para 17.971, enquanto os casos confirmados saltaram em 17.408, para 271.628 –o país já é o terceiro do mundo com o maior número de registros do vírus.

 

As máximas diárias anteriores eram de 881 mortes, nível verificado em 12 de maio, e de 15.305 infecções, de 15 de maio.

 

A divulgação diária dos números pelo Ministério da Saúde não indica que as infecções e óbitos tenham necessariamente ocorrido nas últimas 24 horas, mas sim que os registros foram inseridos no sistema no período.

 

Depois de ultrapassar Alemanha e França na semana passada, o Brasil superou Espanha e Reino Unido em número de casos na segunda-feira, segundo números da Reuters, o que coloca o país atrás apenas de Estados Unidos (1.527.931) e Rússia (299.941) na contagem global.

 

O Brasil continua com comando provisório no Ministério da Saúde. Depois do pedido de demissão de Nelson Teich na última sexta-feira, na segunda troca de chefes da pasta desde o início da pandemia, o general Eduardo Pazuello tem ocupado o cargo de forma interina.

 

De acordo com as contagens do ministério, São Paulo segue como o Estado mais afetado pelo coronavírus no país, com 65.995 casos confirmados e 5.147 óbitos.

 

O coordenador do centro de contingência da Covid-19 de São Paulo, Dimas Covas, disse nesta terça-feira que o Brasil está perdendo a batalha contra a doença, reforçando um apelo para que as pessoas fiquem em casa.

 

“Estamos perdendo essa batalha contra o vírus, essa é a realidade. O vírus neste momento está vencendo a guerra… Nesses dias, a população terá oportunidade de fazer a sua parte, de mostrar que o vírus pode ser contido”, disse ele.

 

Na sequência dos números do Ministério da Saúde vem o Ceará, que volta a assumir a segunda colocação, com 28.112 casos e 1.856 mortes, acompanhado de perto pelo Rio de Janeiro, que possui 27.805 infecções confirmadas e 3.079 óbitos.

 

Ainda segundo a pasta, o Brasil conta com 106.794 pacientes recuperados da Covid-19 e 146.863 em acompanhamento.


Mais lidas


View this post on Instagram #SPAnaPrevençãoAoCoronavírus A SPA recebeu hoje (28/04) 8 mil litros de álcool em gel, doados pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) e pela Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea) para auxiliar o Porto de Santos no combate à pandemia pelo novo coronavírus. A ação contou com intermediação do […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais