SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Dragagem   /   Setor portuário brasileiro movimenta 1,104 bilhão de toneladas em 2019

Setor portuário brasileiro movimenta 1,104 bilhão de toneladas em 2019


Fonte: ANTAQ (14 de fevereiro de 2020 )
Nos últimos nove anos, a movimentação de cargas no setor portuário cresceu 31,5%

A movimentação de cargas no setor portuário brasileiro (portos organizados e terminais de uso privado) registrou queda de 1,6% no ano passado em comparação com 2018. Em 2019, as instalações portuárias brasileiras movimentaram 1,104 bilhão de toneladas. Nos últimos nove anos, entretanto, a movimentação de cargas cresceu 31,5%. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pela Gerência de Estatística e Avaliação de Desempenho da ANTAQ.

 

Os portos privados foram responsáveis por 66% da movimentação total no ano passado e registraram um crescimento médio anual (2010-2019) de 3,4%. Já os portos organizados ficaram com 34%: crescimento médio anual de 2,5%.

 

Um dos pontos que contribuiu para o decréscimo foi uma menor movimentação de minério de ferro. Em 2019, foram movimentados 39,2 milhões de toneladas a menos que em 2018: uma diminuição de 10%. No ano passado, as instalações portuárias nacionais movimentaram 367,8 milhões de toneladas. Outro fator foi a queda da movimentação de soja: um decréscimo de 10%. Em 2019, os portos e terminais movimentaram 92,4 milhões de toneladas.

 

33%

Número que representa o minério de ferro na movimentação total

A movimentação de petróleo e derivados, no entanto, aumentou 11% no último ano (224,7 milhões de toneladas). A movimentação de milho também cresceu. Em 2019, foram 55,7 milhões de toneladas. A exportação desse granel aumentou 75% no ano passado em comparação a 2018.

 

Ranking

Santos (SP) foi o que mais movimentou nos portos organizados em 2019, com 106,2 milhões de toneladas. Em segundo, apareceu Paranaguá (PR): 47,5 milhões de toneladas. Na terceira posição: Itaguaí (RJ), com 43,2 milhões de toneladas. O estudo aponta que dez portos brasileiros são responsáveis por 85% da movimentação total do setor portuário brasileiro.

 

Em relação aos terminais privados, Ponta da Madeira (MA) movimentou 190,1 milhões de toneladas. Em segundo, Tubarão (ES), com 76,4%. Em terceiro lugar, esteve o Terminal da Baía da Ilha Grande (Tebig), no Rio de Janeiro, que movimentou 51,9 milhões de toneladas.

 

Navegação

Em 2019, a navegação de longo curso transportou 794,8 milhões de toneladas, sendo 643,4 milhões de toneladas exportadas e 151,4 milhões de toneladas importadas. Na cabotagem, foram transportados 240,3 milhões de toneladas no ano passado. Na navegação interior, 65,7 milhões de toneladas foram transportadas: um aumento de 7,5% (2018-2019).

 

13%

Crescimento médio anual na movimentação de contêineres

na cabotagem (2010-2019)

 

Mais informações, acesse a apresentação: http://portal.antaq.gov.br/wp-content/uploads/2020/02/Anu%C3%A1rio-2019-vFinal.pdf


Mais lidas


A Santos Port Authority (SPA) elaborou uma campanha para esclarecer e difundir os principais cuidados para se proteger do novo coronavírus (2019 nCoV). Não há casos suspeitos no Porto de Santos, mas a SPA está adotando as ações preventivas necessárias em apoio à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais