SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   O maior porto do Reino Unido recebe grande impulso de RTG

O maior porto do Reino Unido recebe grande impulso de RTG


Fonte: Port Technology (16 de janeiro de 2020 )

O porto de Immingham recebeu seis guindastes de pórtico de pneus de borracha (RTG) como parte de sua atualização de vários milhões de dólares

 

Em um comunicado da Associated British Ports (ABP), os RTGs fazem parte do Projeto Pilgrim do Porto, com US $ 42 milhões (£ 33 milhões), que procura expandir a capacidade e reduzir as emissões.

 

Eles chegaram a Immingham – o maior porto do Reino Unido em tonelagem – após uma jornada de 34 dias da China.

 

Até agora, o investimento em infraestrutura da ABP incluiu a expansão de um terminal de contêineres em Hull e a operadora espera que essa atualização mais recente torne a região de Humber um importante centro do Reino Unido para o tráfego de contêineres de curta distância.

 

Simon Bird, diretor regional da ABP Humber, disse: “Este é um momento extremamente empolgante para contêineres nos portos de Humber.

 

“O investimento nessa infraestrutura é essencial para os planos de expansão da ABP no Terminal de Contêineres Humber no porto de Immingham e já vimos um enorme sucesso com investimentos semelhantes em nosso porto em Humber in Hull”.


Mais lidas


  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais