SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Navios chineses encontrados em violação da OMI 2020

Navios chineses encontrados em violação da OMI 2020


Fonte: Port Technology (16 de janeiro de 2020 )

O Standard Club , uma seguradora marítima especializada, recebeu relatórios de que, desde 1º de janeiro de 2020, houve dois navios separados nas águas chinesas que foram encontrados usando combustível não conforme.

 

Isso é contrário à implementação das regras da Organização Marítima Internacional (IMO) 2020, em 1º de janeiro.

 

O primeiro navio estava sob uma inspeção de controle do estado do porto em Qingdao China, quando a Administração de Segurança Marítima da China (MSA) verificou o uso de óleo combustível com um teor de enxofre de 0,6777% mm.

 

Os novos regulamentos da IMO 2020 estipulam o teor de enxofre não deve ser superior a 0,5% mm.

 

O segundo navio estava atracado em Xiamen quando o MSA a citou com queima de combustível não conforme. O navio estava atracado quase seis dias depois de passar para o combustível compatível.

 

No entanto, de acordo com uma declaração emitida pelo The Standard Club, é provável que resíduos de combustível com alto teor de enxofre tenham permanecido no sistema de combustível do motor, resultando em emissões acima do limite da ECA da China. O navio foi ordenado a tomar medidas eficazes para purificar o sistema de combustível.

 

Ainda não está claro se o MSA multará os navios como resultado das infrações.

 

De acordo com o plano de implementação chinês da IMO 2020, o MSA tratará as infrações de acordo com a Lei de Controle e Prevenção de Poluição Atmosférica da China. O artigo 106 desta lei estabelece que os navios podem ser multados não menos que RMB 10.000 (US $ 1.445), mas não mais que RMB100.000 (US $ 14.452).


Mais lidas


  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais