SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   DP World vence sexta decisão no caso DCT

DP World vence sexta decisão no caso DCT


Fonte: Port Technology (16 de janeiro de 2020 )

A DP World venceu outra audiência judicial contra o Djibuti no Terminal de Contêineres de Doraleh, com o Tribunal de Arbitragem Internacional de Londres (LCIA) ordenando que o país restaure os direitos e benefícios sob o Contrato de Concessão de 2006 em dois meses.

 

É a sexta decisão em favor da DP World em relação à apreensão do Terminal de Contêineres de Doraleh (DCT).

 

Em um comunicado, o Governo de Dubai disse: “A DP World ganhou uma nova audiência legal contra o Governo de Djibuti sobre o Terminal de Contêineres de Doraleh.

 

“Um tribunal do Tribunal de Arbitragem Internacional de Londres ordenou que o Djibuti restaurasse os direitos e benefícios sob o Contrato de Concessão de 2006 à DP World e ao Doraleh Container Terminal SA dentro de dois meses, ou pagasse uma indenização.

 

“Um especialista independente estimou as perdas para a DP World em mais de US $ 1 bilhão.

 

“A decisão do Tribunal disse que o Djibuti agiu ilegalmente quando removeu a DP World da administração do terminal em fevereiro de 2018, alegou que havia encerrado o Contrato de Concessão e transferido os ativos do Terminal para uma entidade estatal.

 

“A DP World agora aguarda propostas do Djibuti sobre como pretende cumprir a última decisão legal.

 

“Se o Djibuti não cumprir a decisão, o Tribunal declarou que procederá à concessão de uma indenização por danos.”

 

Djibouti expulsou a DP World e assumiu o controle do DCT em fevereiro de 2018, alegando que o operador não estava usando o potencial comercial do terminal.

 

No entanto, a DP World diz que o DCT é o “maior empregador e maior fonte de receita” do país e “opera com lucro todos os anos desde que foi aberto”.

 

O primeiro julgamento da LCIA em agosto de 2018 determinou a apreensão de Djibouti ilegal e as decisões subsequentes ordenaram que o Djibouti pagasse à DP World até 385 milhões de libras.


Mais lidas


  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais