SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Conselho de Autoridade Portuária de Imbituba abre agenda de reuniões 2020

Conselho de Autoridade Portuária de Imbituba abre agenda de reuniões 2020


Fonte: Porto de Imbituba (15 de janeiro de 2020 )

Na manhã da última sexta-feira (10), o Conselho de Autoridade Portuária (CAP) se reuniu no Porto de Imbituba para a primeira reunião de 2020. O Conselho é formado por representantes do poder público (União, Estado e Município), dos órgãos intervenientes e das classes empresarial e trabalhadora que atuam no Porto Público, conforme prevê a legislação, em especial a Lei dos Portos – 12.815/2013. A reunião foi liderada pelo presidente interino do CAP, Anderson Moreno Luz, coordenador geral da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura. Anderson é suplente de Rita Munck, presidente titular do CAP Imbituba.

 

O primeiro ponto abordado foi a aprovação da agenda de reuniões 2020, mantida para as segundas sextas-feiras de cada mês. Dando continuidade à pauta, o servidor da Autoridade Portuária, Murilo Medeiros, apresentou o Planejamento Estratégico de Longo Prazo (PELP) da SCPAR Porto de Imbituba. Murilo detalhou os objetivos estratégicos da administração do Porto, e apresentou alguns indicadores para alcançar esses objetivos. O PELP é elaborado de forma conjunta entre a equipe técnica e a diretoria do Porto e é aprovado pelo Conselho de Administração da empresa. O documento tem como base instrumentos de planejamento mais amplos, como o Plano de Negócios, o Plano Mestre e o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do Porto de Imbituba.

 

A reunião também foi marcada pela apresentação do calendário de obras da ampliação da malha ferroviária dentro do Porto. A melhoria consiste na construção de uma pera ferroviária pela Ferrovia Tereza Cristina (FTC), concessionária da malha que liga o sul catarinense ao Porto Público. A obra vai permitir a entrada e saída do trem, sem necessidade de manobras adicionais, garantindo maior eficiência e segurança no transbordo de cargas. O cronograma prévio foi apresentado pelo gerente da FTC, Rafael Andrigheto. Rafael explicou que o calendário planejado está dividido em três fases, com o início da obra agendado para a primeira semana de fevereiro e o começo das operações da pera já na terceira semana de março. O investimento de cerca de 700 mil reais na infraestrutura ferroviária do Porto será feito totalmente pela FTC.


Mais lidas


  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais