SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Setor portuário brasileiro na rota da prosperidade

Setor portuário brasileiro na rota da prosperidade


Fonte: UNA Marketing Eventos (14 de janeiro de 2020 )

O ano de 2019, especialmente movimentado para os profissionais do setor portuário, está se aproximando do fim. Neste período convivemos com a substituição de paradigmas na gestão dos portos públicos brasileiros, com o arrendamento de mais de uma dezena de terminais portuários à iniciativa privada, com a qualificação de importantes portos para o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e com a assinatura da Portaria 530 pelo Ministério da Infraestrutura, decisão que assegurou maior segurança jurídica e poderá desobstruir necessários investimentos no País.

 

Foi um ano, também, de intensa aceleração da tecnologia aplicada às operações portuárias, com a modernização dos principais procedimentos envolvendo a movimentação de cargas nos portos brasileiros e o crescimento da tecnologia Blockchain, uma rede de transferência de ativos e informações que, em breve, integrará toda a cadeia produtiva mundial, garantindo maior agilidade e eficiência ao comércio internacional. Outra importante iniciativa das associações que reúnem profissionais do setor foi o investimento em hackathons – maratonas de desenvolvimento de tecnologias que prometem criar soluções para alguns dos principais gargalos logísticos que ainda tornam ineficiente as operações em território nacional, além de possibilitar o aprimoramento dos planos de segurança nas operações.

 

A confiança para o desenvolvimento de novos negócios em 2020 entre executivos de todo o mundo está em alta, conforme pesquisa realizada pela Robert Half – companhia de Recrutamento e Seleção com mais de 350 escritórios espalhados por 21 países -, e o Brasil precisa estar preparado para ser atuante e protagonista em âmbito internacional. A concessão de trechos da Ferrovia Norte-Sul e os investimentos realizados na pavimentação e melhorias de estradas, como na problemática BR-163, que dão acesso a movimentados portos brasileiros são imprescindíveis para um eficiente escoamento da safra recorde de grãos 2019/2020, estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em 245,8 milhões de toneladas, um aumento de 1,6% em relação ao período 2018/2019.

 

Empresas estatais chinesas e grandes conglomerados internacionais sinalizam estar interessados em várias das concessões organizadas pelo Governo Federal envolvendo as áreas de portos, infraestrutura e energia. Diante dos desafios geopolíticos que se desenham para 2020, em especial a complicada relação comercial entre Estados Unidos e China, levantamento realizado por institutos de renome prevê crescimento no mercado de fusões e aquisições, estando o Brasil posicionado entre as 10 nações com maior potencial de oportunidades, com 19% das intenções de negócios.

 

Diante de todo esse cenário, não há mais espaço para amadorismo, burocracia e pragmatismo por parte de entes públicos e privados. A logística envolvendo os portos do Norte e do Nordeste, por muito tempo relegada ao esquecimento, voltou a ganhar força nos últimos anos e poderá atender, com maior produtividade e rapidez, à produção do agronegócio do Centro Oeste e do MATOPIBA (denominação dada às crescentes áreas agrícolas dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).

 

De acordo com a secretaria nacional de Portos, em 2019 foram assinados 36 contratos de Terminais de Uso Privado (TUPs) e a expectativa é de aceleração dos trabalhos com a entrega de cerca de R$ 14 bilhões em investimentos à sociedade brasileira – incluindo 28 novos leilões e 46 contratos de adesão – nos próximos dois anos. São números expressivos e que garantem fôlego para a atividade portuária no País.

 

Com o intuito de contribuir e aprofundar os debates a respeito dos temas abordados neste artigo e em torno de muitas outras questões, a equipe do Brasil Export organizará fóruns em todas as regiões do País em 2020. A expansão das atividades, antes realizadas uma única vez ao ano e somente em uma cidade, reflete o interesse de agentes públicos e de executivos da iniciativa privada em colaborar em prol de uma sociedade mais fértil, justa e simplificada. O caminho é longo e a missão é a longo prazo. Vamos juntos navegar nessa rota de prosperidade?


Mais lidas


  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais