SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Canal do Panamá reduz vagas para navios por conta da seca 

Canal do Panamá reduz vagas para navios por conta da seca 


Fonte: Investing (14 de janeiro de 2020 )
A man takes a picture of a cargo ship carrying four rolling gates for the Panama Canal’s third set of locks, as it arrives in Colon City September 7, 2014. REUTERS/Carlos Jasso

CIDADE DO PANAMÁ (Reuters) – O Canal do Panamá informou nesta segunda-feira que irá cortar as reservas diárias de vagas por causa da seca, e irá impor um cobrança por “água fresca” às embarcações para manter os níveis de água da via, dificultando o acesso a uma das rotas de comércio mais importantes do mundo.

 

O administrador do Canal Ricaurte Vasquez disse em entrevista coletiva que a partir do dia 15 de fevereiro será aplicada uma cobrança fixa de 10 mil dólares para qualquer embarcação com mais de 125 pés, assim como uma sobrecarga variável que será baseada no nível do Lago Gatun no momento da passagem.

 

“Não é uma decisão fácil”, disse Vasquez a jornalistas, acrescentando que a medida de curto prazo era necessária para combater o impacto das mudanças climáticas. As reservas diárias seriam reduzidas de 32 para 27, disse.

 

A autoridade do canal disse que as medidas estavam sendo impostas por conta da falta de chuvas, que afeta negativamente o fornecimento de água vinda do Lago Gatun, uma parte importante da via aquática.

 

Se o nível de água do lago melhorar, a cobrança pode ser reduzida e as vagas para reserva poderiam aumentar, disse o canal.


Mais lidas


  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais

No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais