SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Colômbia: Superintendência de Transporte apresentou manual para operadores portuários

Colômbia: Superintendência de Transporte apresentou manual para operadores portuários


Fonte: Mundo Marítimo (6 de novembro de 2019 )

A Superintendência de Transporte apresentou o Manual de Operadores Portuários, a fim de orientar os operadores marítimos e fluviais a cumprir o processo de registro e registro junto à entidade.

 

Vale ressaltar que este manual contém as atividades e os requisitos para realizar a operação portuária na Colômbia.

 

Para esses fins, a Superintendente de Transporte, Carmen Ligia Valderrama, visitou o Porto de Barranquilla. Nesse contexto, ele enfatizou que “Barranquilla é uma área portuária com 24 terminais, é uma figura importante e mostra que a cidade é a porta do comércio exterior do país”, afirmou.

 

A autoridade também fez visitas aos portos de Buenaventura, Urabá, San Andrés, Santa Marta, Ciénaga e Cartagena.

 

Valderrama explicou que, desde que assumiu o cargo, iniciou uma agenda de visitas administrativas às nove áreas portuárias do país para socializar com os gerentes e representantes, as diretrizes que ele executa da entidade para o setor.

 

Ele indicou que, com as visitas, propõe-se estabelecer estratégias para melhorar a eficiência e a competitividade do setor, identificar possíveis gargalos e evitar situações de não conformidade com as normas vigentes.

 

“Estamos fazendo um diagnóstico do que está acontecendo nos portos, logística, administração e todos os tipos de questões. A idéia é sentar à mesa de trabalho com os representantes do setor ”, afirmou o chefe da Superintendência de Transportes, segundo El Heraldo.

 

Aprimoramentos de porta

Em coordenação com a Delegação de Portos, socializa os planos de melhoria em andamento, as estatísticas de toneladas, TEUs, os tipos de carga, entre outros.

 

O acompanhamento aos empresários das regiões consiste em estabelecer diálogos sobre a situação atual de cada zona, as oportunidades de melhoria e os acordos de melhoria que devem ser cumpridos, a fim de oferecer um serviço ótimo e da melhor qualidade.

 

“Nesta primeira fase, queremos chegar às regiões e demonstrar que o Super Transporte não tem apenas a função de investigação e sanção, mas também de fortalecer a promoção e a prevenção”, afirmou Valderrama. Além disso, a Superintendência elabora um boletim portuário, onde informa os números que mobilizam os portos da Colômbia, fornecidos pelas empresas do setor.


Mais lidas


No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais