SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Porto de Imbituba – Apoio às famílias de caminhoneiros

Porto de Imbituba – Apoio às famílias de caminhoneiros


Fonte: Porto de Imbituba (13 de setembro de 2019 )

O Porto de Imbituba faz parte de um sistema regido pelo Governo Federal que, mediante instrumento de Delegação, preza por fazer valer a seguinte premissa básica: o porto serve para entrada e saída de carga. A atividade fim de um porto organizado é, acima de tudo, fomentar a economia e promover o desenvolvimento na área de influência (hinterlandia). Não à toa que mais de 90% da economia mundial passa pelos portos organizados do mundo a fora.

 

A SCPar Porto de Imbituba S/A, estatal criada com fins específicos para administrar o Porto Organizado de Imbituba, deve respeitar os ditames normativos que permeiam a atividade portuária. Trata-se, sobremaneira, de uma medida de compliance para fazer valer o voto de confiança que foi dado ao Estado de Santa Catarina, pela União, que, por sua vez, é a verdadeira detentora da competência para exploração, direta ou indireta, de um Porto Público, conforme positivado no artigo 21, XII, “c” da Constituição Federal de 1988.

 

Além disso, o Porto de Imbituba tem o diferencial de ser um Porto brasileiro certificado pelo ISPS Code, que é um código internacional que abrange normas, medidas e procedimentos, visando à segurança e proteção dos navios e instalações portuárias. Este código introduziu diretrizes para um sistema de segurança portuária revestido de normas e critérios rigorosos, capazes de elevar a qualidade do modelo de segurança. Visto isso, só pode entrar no Porto de Imbituba quem tem algo a ver com a atividade portuária. A ideia de manter esse “selo” de segurança é promover o Porto de Imbituba atraindo novas operações, novos armadores, novas linhas, novos navios e a prestação de um serviço público de excelência.

 

Por fim, o Posto Simon, na BR, tem um espaço de convivência, no qual o caminhoneiro que acessa o Porto pode deixar sua família, com banheiros para tomar banho, restaurantes com preço diferenciado e lavanderia. O diretor-presidente, Jamazi Alfredo Ziegler, esteve lá recentemente, conversando com o gerente do estabelecimento. Ademais, um colaborador da Autoridade Portuária manteve contato com o Sr. Cesar Simon por telefone, e ficou consignadoque há uma intenção concreta do Posto em aumentar esse espaço de convivência.

 

Mesmo diante de todos esses elementos, o Porto de Imbituba está trabalhando, hoje, em um projeto que já está bastante avançado, para a construção de uma Área de Apoio à Família dos caminhoneiros, com espaço kids, fraldário, minicozinha, banheiro feminino e masculino, etc. A ideia é que isso seja feito de maneira sustentável. Assim, a energia proporcionada deverá ser através de luz solar, e pretende-se criar uma cisterna para captar água da chuva, podendo ligar nos sanitários para o reaproveitamento dos recursos naturais. Esse é um projeto que está sendo submetido para a deliberação da Diretoria Executiva.

Comunicação Social SCPar Porto de Imbituba

Mais lidas


No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais