SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Terminal Vasco da Gama estará em funcionamento até final de 2022, adiantou Ana Paula Vitorino

Terminal Vasco da Gama estará em funcionamento até final de 2022, adiantou Ana Paula Vitorino


Fonte: Revista Cargo (13 de agosto de 2019 )

Em entrevista ao jornal ‘Observador’, Ana Paula Vitorino abordou o tema do novo terminal de contentores do Porto de Sines, cujas bases da concessão já foram aprovadas em Conselho de Ministros – a líder da pasta do Mar falou sobre o interesse de China e EUA nas potencialidades da futura infra-estrutura e adiantou que o processo de adjudicação poderá estar finalizado antes do término de 2020.

 

Nós estamos interessados em ter uma expansão do sistema portuário português, nomeadamente em Sines, que é o nosso porto mais bem posicionado e preparado para ter aumentos de carga. A preparação do concurso foi muito no sentido de salvaguardar a concorrência. Isto é, lançamos um concurso público internacional – bem, ainda não está lançado, foi aprovado, autorizado – assim que for publicado, o decreto-lei será então lançado, comentou a Ministra do Mar, vincando a necessidade de manter Sines no topo da Europa em termos de carga contentorizada.

 

Todas propostas serão avaliadas e comparadas com base em indicadores muito objetivos e quantificáveis. E que, portanto, põem os nossos concorrentes – e que desejamos que sejam vários, que sejam muitos – em igualdade de circunstâncias. Temos várias manifestações de interesse, de várias empresas, de vários países. E todas elas são bem-vindas, declarou, ao ser instada pelo entrevistador do ‘Observador’ a revelar quem está na frente pela corrida ao novo terminal de Sines: as empresas chinesas ou as rivais americanas.

 

Americanos e chineses na corrida pelo futuro terminal de Sines

Os chineses estão mesmo interessados, pelo menos manifestaram esse interesse. Quer publicamente, quer em reuniões. Mas os americanos também. Tivemos há pouco tempo uma visita de uma comitiva dos Estados Unidos, no âmbito da FLAD, em que vários empresários mostraram interesse em investimento no nosso país. Quer no investimento nos portos (não especificamente em Sines, mas numa abordagem em geral) em que todos eles ficaram muito agradados com os planos para o porto. Mas também para Leixões e para Lisboa. E disseram que estavam muito interessados em investir em Portugal. Isso é uma manifestação de interesse, respondeu Ana Paula Vitorino.

 

Infra-estrutura em funcionamento até final de 2022

Assim que o concurso for lançado, vamos dar nove meses para a preparação das propostas. Já existe Avaliação de Impacto Ambiental – nunca lançaríamos um concurso antes de haver uma avaliação de impacto ambiental –  e existe uma declaração de impacto ambiental favorável da Agência Portuguesa do Ambiente. Estimamos que até ao final do próximo ano possa estar adjudicado. São processos longos, precisamente para garantir a imparcialidade, para garantir que está salvaguardado o interesse público. Nós queremos um bom investimento. O que quer dizer que é uma infra-estrutura que estará em funcionamento até ao final de 2022, revelou.


Mais lidas


No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais