SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Alemão, o cão portuário

Alemão, o cão portuário


Fonte: CODESA (13 de agosto de 2019 )

Quem circula pelo Cais de Capuaba, em Vila Velha, pode se surpreender com a performance de um cachorro junto aos amarradores de navios. O animal, chamado carinhosamente de Alemão, é a mascote dos trabalhadores do porto e, ágil e inteligente, costuma ajudar na beira do cais puxando as cordas que prendem as embarcações (confira vídeo abaixo).

 

O “serviço” de Alemão não se resume apenas em ajudar os amarradores. Vigilante, também participa das rondas pelos terminais com a Guarda Portuária. O nome foi escolhido pela cor da pelagem e pelos olhos com características albinas em seu contorno.

 

A mascote apareceu em Capuaba há cerca de 1,5 ano e logo foi acolhida. De grande porte, dócil e esperto, Alemão costuma deixar a área portuária para passear, mas sempre volta. O porto é o seu lar. É alimentado pelos próprios portuários que, inclusive, bancaram sua vacinação no início deste ano.

 

O trabalho de Alemão foi notícia no Gazeta Online de quinta-feira (8) – confira o link abaixo:

https://www.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2019/08/alemao-o-cachorro-que-rouba-a-cena-no-porto-de-capuaba-1014193280


Mais lidas


No dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, a Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) publicou, em seu portal da Organização das Nações Unidas (ONU) na internet, recomendação na qual legitimou ao Brasil incorporar 170.000 km2 de área de Plataforma Continental, além da Zona Econômica Exclusiva.   O processo de estabelecimento do limite exterior […]

Leia Mais